Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não há bela sem Zenão

por D. V., em 13.09.13

Incrustou-se-lhe no fundo da orelha, por trás do lóbulo, precisamente na intersecção da cartilagem com o osso craniano. Vá lá, já os tinha visto em sítios piores; o seu, descontando o incómodo, era praticamente invisível, só se dando por ele em situações raras, que exigissem vistoria aprofundada à anatomia envolvente. Sentiu-o a primeira vez por leve formigueiro coçegando insistente, depois, com os dedos, tomou-lhe o volume, minúsculo, redondo, entumescido. Pensou na carraça, que ali gosta de fazer ninho, farta, ou expulsa, da pelagem infecta (do seu ponto de vista) do cão ou do gato. Puxou-o, por isso, usando uma pinça e um espelho, que em feminino significam avatar. Não saiu. Esticava, dobrava, teimava – e voltava ao sítio. Procurou a ajuda discreta dos mais próximos, alguns deles entendidos na matéria, que concluíram, rapidamente, pela impossibilidade da extração pelos meios normais. Expôs então o seu caso geral e especialmente, consultou os melhores, foi ao estrangeiro. Ouviu opiniões diversas, não desdenhou saberes alternativos, confrontou o charlatão e o sábio. Propuseram-lhe como curas actos radicais, extravagantes farmácias, expeditas medicinas. Tudo experimentou - e tudo se esgotou na tenaz resistência das palavras, primeiro, e, segundo, dos conceitos: que tudo é uno, indivisível, imutável. Daqui concluiu (ou concluíram por ela) da impossibilidade da extracção: é que entre a coisa e o acto medeia sempre o que a palavra e o conceito criaram e que só a palavra e o conceito têm o condão de eliminar. Assim, infinitamente.

 

publicado às 19:43



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D



Favoritos